Archive for November, 2010

Matrículas Abertas 2011 – Berçário e Educação Infantil

Monday, November 29th, 2010

Você já matriculou o seu filho?
Aqui cada aluno é ÚNICO, ESPECIAL na sua maneira de ser, agir e sentir.
Pense nisso antes de tomar uma decisão!
Nos procure.

Posted in ARTIGOS SOBRE ESCOLA - CRIANÇA - FAMÍLIA | 2 Comments »

DICAS DE PASSEIOS COM AS CRIANÇAS

Monday, November 29th, 2010

Estudos do Meio

Seguem abaixo informações sobre os passeios em São Paulo:

CHÁCARA ENCANTADA

Tel:(11)2731-6897

(11)2731-3452

(11)2731-2741

E-mail: contato@chacaraencantada.com.br

Endereço: Estrada Saturnino Pereira ,Zona Leste 495

Cep-08485-570

Valor R$ 38,00

mínimo de 40 pagantes

PLANETÁRIO

5575-5425 / 5575-5206

Dias: Sábados, domingos e feriados

Horários: 15h, 17h e 19h

R$ 5,00

Estudantes e crianças até 11 anos pagam R$ 2,50

Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Ibirapuera

Agendar visita

INSTITUTO BUTANTAN – 3726-7222

Dias: 3ª. a domingo

Horários: 9h às 16h30

R$ 2,50 criançasR$ 6,00 adultos

OBS.: mesmo ingresso para os 3 museus

4ª. estudantes não pagam. Crianças até 7 anos não pagam.

A cada 20 alunos o professor não paga / outros professores pagam R$ 6,00.

Agendamento 2ª a 6ª

8h às 16h30 ramal 2206

www.butantan.gov.br

Av. Vital Brasil, 1500 – SP

PINACOTECA – 3324-0943 / 3324-0944

Dias: 3ª a domingo

Horários: 10h às 17h30

R$ 4,00

Estudantes pagam meia entrada R$ 2,00

OBS.: A partir de 40 alunos, visita com monitoramento. Duração de 1h30.

Agendar visita.

www.pinacoteca.org.br

MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA – 3326-0775

Dias: 3ª a domingo

Horários: 10h às 17h

R$ 6,00

Mochilas e sacolas no ônibus.

Crianças de até 10 anos e maiores de 60 anos não pagam / estudantes pagam R$ 3,00

End. Praça da Luz, s/nº, Centro – São Paulo

Marcar com 1 mês de antecedência

www.museudalinguaportuguesa.org.br

Máximo de 40 alunos por grupo

JARDIM BOTÂNICO – 5073-6300 ramal 225

Dias: 3ª a domingo

Horários: 9h às 17h (a partir das 9h / a partir das 14h)

R$ 1,00 estudantes + R$ 3,00 monitoramento

R$ 3,00 adultos + R$ 3,00 monitoramento
Crianças menores de 10 anos não pagam.

Maiores de 60 anos não pagam.

OBS.: mandar ofício via fax com n° de alunos, período, dia, n° de acompanhantes e c/ ou s/ monitoria

Turmas: até 50 crianças, mas varia de acordo com a data marcada. Marcar com 15 dias de antecedência.

Av. Miguel Stéfano, 3031 – Água Funda – SP

www.ibot.sp.gov.br

CIDADE DAS ABELHAS – 4703-6460 / 3726-8772 / 4614-0609

Dias: 3ª. a 6ª.É cortesia para professores.15 alunos – R$ 250,00

Oferecem pacote de ônibus e lanche – valor variável.
Horários: Manhã: 9h às 12hTarde: 13h30 às 16h30

R$ 18,00 por aluno, com monitoramento.Agendamento: 30 dias de antecedência

Máximo 70 alunos, mínimo 15.Apostila com o resumo das aulas.

Estrada da Ressaca, km 7 – Embu das Artes

www.cidadedasabelhas.com.br

ESTAÇÃO CIÊNCIA – 3673-7022 – Ramal: 232

Dias: 3ª. a 6ª.Sábados e domingos

Horários: 8h às 17h309h às 17h30

R$ 2,00

Crianças até 6 anos não pagam

Maiores de 60 anos não pagam

End. Rua Guaicurus, 1394 – Lapa

Agendamento: 3672-5364 / 3675-6889

Mínimo 15 alunos / Máximo 100 alunos

Agendar com 60 dias de antecedência

FAZENDINHA ESTAÇÃO NATUREZA – 5034-2728

3ª a 6ª

Horários: Integral (8h30 às 16h) – café da manhã, almoço e lanche da tarde R$ 41,00

Meio período (8h às 11h30 ou 13h30 às 16h30) – c/lanche R$ 26,00 ou s/ lanche R$ 23,00

Agendar 30 dias de antecedência

Máximo de 200 alunos, (por período).

Av. Washington Luís, 4.221 – Santo Amaro

www.estacaonatureza.com.br

SABINA EPAC – 4422-2000 ramal 2002

Dias: 3ª. a 6ª.

Horários: 8h30 às 11h30 / 13h30 às 16h30

R$ 10,00 (adultos)R$ 5,00 p/ estudantes

Menores de 6 anos e deficientes não pagam.

Travessa Juquiá, s/n, Paraíso

Agendar com mais de um mês de antecedência

www.santoandre.sp.gov.br/sabina

Professor paga R$5,00 / A cada 15 alunos o professor não paga.

TEATRO DO CENTRO DA TERRA – 3675-1595

Dias: 6ª, Sáb e Dom.

Horários: após às 19h (geralmente)

Valor de acordo com a peça

Idade de acordo com a peça

Rua Piracuama, 19 – Sumaré – SP

www.centrodaterra.com.br

MUSEU DO IPIRANGA – 2065-8000

Dias: 3ª. a domingo

Horários: 9h às 16h45

R$ 4,001° e 3° domingo de cada mês – gratuito

Crianças de até 06 anos, deficientes e maiores de 60 anos não pagam.

Pq. da Independência, s/n – Ipiranga – SP

www.mp.usp.br

OBS.: Não é preciso agendar. Para cada grupo de 25 alunos, 1 acompanhante.

Mochilas e sacolas no ônibus.

MEMORIAL DO IMIGRANTE – 2692-1866

Dias: 3ª. a domingo

Horários: 10h às 17h

R$ 4,00 – adultoR$ 2,00 estudante com carteirinha

Taxa de R$ 5,00 – passeio de bonde (agendado)
Crianças até 7 anos e maiores de 60 anos não pagam.

Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca

www.memorialdoimigrante.sp.gov.br

45 alunos por horário

ZOO – 5073-0811

Dias: 3ª. ao domingo

Horários: 9h às 17h

R$ 13,00 adultosCrianças até 6 anos – não pagam

R$ 4,50 crianças de 7 a 12 anos
Marcar com 15 dias de antecedência

Fazendo agendamento, a cada 10 crianças ganha um acompanhante adulto.

Av. Miguel Stéfano, 4241 – Água Funda

www.zoologico.sp.gov.br

AQUÁRIO DE SÃO PAULO – 2273-5500

Todos os dias

Horários: 8h30 às 18h

R$ 20,00 por aluno – Aquário e Cinema

3h a 3h30 de duração

Pessoas c/ mais de 60 anos não pagam

A cada 10 crianças ganha 1 entrada para professor.

Rua Huet Bacelar, 407 – Ipiranga – SP

www.aquariodesaopaulo.com.br

Ligar para agendar.

CIDADE DO LIVRO – 2977-8674 ou 2959-6179

Dias: 2ª. a 6ª.Kids (3 a 8 anos) – Cidade do LivroTeens (9 a 12 anos) – Editora Perdida

Horários: 8h30/9h/10h/13h30/14/15Mínimo de 15 alunos, máximo de 300Mínimo de 15 alunos, máximo de 120

R$ 22,00

Possuem livraria (opcional)
Lanche/monitoria/brinde/certificado/material de divulgação

Al. Afonso Schmidt, 877/879 – Sta Terezinha – SP

OBS.: 2h30 de apresentação

www.cidadedolivro.com.br

Trabalham com ônibus mínimo 35 alunos / máximo 46R$ 37,00 – Convencional

R$ 42,00 – Executivo

BOVESPA – 3272-7373

Dias: 2ª. a sábado

Horários: 10h às 17h

Entrada gratuita

Verificar com agendamento número máximo de alunos, varia de acordo com o dia.

Rua 15 de novembro, 275 – Centro

Agendamento via site, com 1 mês de antecedência

www.bovespa.com.br

MUSEU DOS TRANSPORTES – 3315-8884

Dias: 3ª. a domingo

Horários: 9h às 17h

Entrada gratuita

Av. Cruzeiro do Sul, 780 (próx. ao metrô)

ZÔO SAFÁRI – 3331-8040 / 3361-6553

Dias: 3ª. a domingo

Horários: 9h30 às 16h30

R$ 13,00 – De 4 a 12 anos ou c/ carteirinha

R$ 17,00 – Maiores de 13 anos

Rua do Cursino, 6338 – Vila Morais

www.zoologico.sp.gov.br/zoosafari

Agendamento – 10 dias de antecedência.

MASP – 3251-5644

Dias: 3ª a dom


Horários: 11h às 18h11h às 20h

R$ 15,00 – inteira

R$ 7,00 – carteirinha
Menores de 10 anos não pagam

Av. Paulista, 1578 – SP

www.masp.uol.com.br

MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA – 3823-4600 – Ramal: 4655

Dias: 3ª. a domingo

Horários: 9h às 18h

Entrada gratuita

Duração: aproximadamente 2h

Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda

Mínimo – 10 alunos / Máximo – 50 alunos (para monitoria) A agenda abre de três em três meses para marcação.

www.memorial.sp.gov.br

Sabina Escola Parque do Conhecimento

O espaço de 14 mil m2 une diversão e ciência em atrações como o túnel da formação do Universo –onde é possível acompanhar desde o Big Bang até a origem da Terra, com direito a tremores– sala da vida, que abriga a área dos dinossauros e um aquário com baiacus e tubarões-lixa, entre outros animais. Há também um simulador do fundo do mar e uma área voltada para a química e a física, com cerca de 160 experimentos interativos. O passeio completo dura cerca de três horas. (Parques e praças)

Classificação: Livre

Sabina Escola Parque do Conhecimento

R. Juquiá, altura do nº 135 – Vila Eldízia – Santo André. Telefone: 4422-2001.Ingresso: R$ 5 (estudantes e maiores de 65 anos) e R$ 10 (grátis p/ menores de cinco anos e deficientes).

Quando Mais informação

sábado e domingo: 9h às 16h (c/ permanência até as 17h30).Até 23/12. Não aceita cheques. Aceita reservas. Tem acesso para deficiente. Estac. grátis.

Tags:
Posted in PASSEIOS COM AS CRIANÇAS | 110 Comments »

Livro de Músicas II

Monday, November 29th, 2010

Pisca Pisca

Pisca, pisca

Meu olhinho

Pisca pisca!

Minha boca

Mostra a língua

E o meu nariz

Todo se agita.

Pisca, pisca

Pisca, pisca!

O cavalo:

Tlo tlo tlo tlo tlo

O cachorro:

Au au au

O trenzinho:

Piuíííííí

Um estouro:

Buuuummmm!!

Pisca, pisca,

Pisca, pisca!

E o que mais

Posso fazer?

Faço careta

Pra você:

Blahhhhh!

A barriguinha roncou

A barriguinha roncou!

Está na hora de almoçar (jantar)

Ronca barringuinha de alegria

Que as minhas mãozinhas eu vou lavar…

Vai ter salada, vai!

E vai ter carne também!

Vai ter feijão com arroz

E o que mais tem?

Tem um suco de fruta natural

E a sobremesa que delícia no final!!

Lá vem o crocodilo

Lá vem o crocodilo

Orangotango

As duas serpentinhas

A águia real

O gato

O rato

Não faltou ninguém

Só não se vê os dois capelês.

Meu cachorrinho Totó

Meu cachorrinho Totó

é pequenino assim

é preto o seu rabicó

E gosta muito de mim

Um dia o Totó fugiu.

Procurei e não encontrei.

Fiquei muito triste assim…

Onde andará meu Totó?

Você sabe sabe eu não sei…(4x )

Meu pintinho amarelinho

Meu pintinho amarelinho

Cabe aqui na minha mão

Na minha mão

Quando quer comer bichinho

Com seu pezinho ele cisca o chão

Ele bate as asas

Ele faz piu, piu

Mas tem muito medo é do gavião.

O meu chapéu tem três pontas

O meu chapéu tem três pontas

Tem três pontas o meu chapéu

Se não tivesse três pontas

Não seria o meu chapéu.

Seu Lobato

Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô!

E nesse sítio tinha um cachorrinho, ia, ia, ô!

Era au, au, au, pra cá

Era au, au, au, pra lá

Era au, au, au, pra todo lado

Ia, ia, ô

Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô!

E nesse sítio tinha um pintinho, ia, ia, ô!

Era piu, piu, piu pra cá

Era piu, piu, piu pra lá

Era piu, piu, piu pra todo lado

Ia, ia, ô

Ia, ia, ô.

TIM TIM TIM

Tim, tim, tim

Quem bate aí?

Sou eu minha senhora

O pintor de Jundiaí

Pode entrar e se sentar

Conforme as pinturas

Nós iremos conversar

Lá em cima

Quero tudo bem pintado

Só para as mocinhas

Do sapato envernizado

Lá embaixo

Quero um pé de bananeira

Só para alegrar o coração

Da cozinheira

No portão

Quero sete cachorrões

Só para assustar

A cara feia dos ladrões

Tim, tim, tim

Já bateu 6 horas

Adeus, minha senhora

O pintor já vai embora.

Uma pipoca estourando na panela

Uma pipoca estourando na panela

Outra pipoca vem correndo responder

Daí começa um tremendo falatório

E ninguém mais consegue entender

É um tal de ploc!

Ploc ploc ploc ploc (4x)

Barata

A Barata diz que tem sete saias de filóÉ mentira da barata, ela tem é uma sóAh ra ra, iá ro ró, ela tem é uma só !

A Barata diz que tem um sapato de veludoÉ mentira da barata, o pé dela é peludoAh ra ra, Iu ru ru, o pé dela é peludo !

A Barata diz que tem um sapato de fivelaÉ mentira da barata, o sapato é da mãe delaah rá rá, oh ró ró, o sapato é da mãe dela

A Barata diz que tem uma cama de marfimÉ mentira da barata, ela tem é de capimAh ra ra, rim rim rim, ela tem é de capim

A Barata diz que tem um anel de formaturaÉ mentira da barata, ela tem é casca duraAh ra ra , iu ru ru, ela tem é casca dura

A Barata diz que tem o cabelo cacheadoÉ mentira da barata, ela tem coco raspadoAh ra ra, ia ro ró, ela tem coco raspado.

A canoa

A canoa viro pois deixaram ela virar Foi por causa de Maria Que não soube remar

Se eu fosse um peixinhoE soubesse nadar Eu tirava Maria Do fundo do mar

Siri pra cá,Siri pra láMaria é bela E quer casar.

A casa

Era uma casa muito engraçada Não tinha teto não tinha nada

Ninguém podia entrar nela nãoPorque na casa não tinha chão

Ninguém podia dormir na redePorque na casa não tinha parede

Ninguém podia fazer pipiPorque pinico não tinha ali

Mas era feita com muito esmeroNa rua dos bobos número zero.

A cobra

A cobra não tem pé, a cobra não tem mãocomo é que a cobra sobe no pezinho de limão?como é que a cobra sobe no pezinho de limão?

A cobra vai subindo, vai, vai, vaiVai se enrrolando, vai, vai, vai

A cobra não tem pé, a cobra não tem mãoComo é que a cobra desce do pezinho de limão?Como é que a cobra desce do pezinho de limão?

A cobra vai descendo, vai, vai, vaiVai desenrrolando, vai, vai, vai.

Dona aranha

A dona aranha subiu pela parede

Veio a chuva forte e a derrubou

já passou a chuva e o sol já vai surgindo

e a dona aranha continua a subir

Coelhinho da pascoa

Coelhinho da Páscoa,Que trazes pra mim?Um ovo, dois ovos,Três ovos assim.

Coelhinho da Páscoa,Que cor eles têm?Azul, amarelo e vermelho também,Azul, amarelo e vermelho também!

Cai cai balão

Cai cai balãoCai cai balão, Na rua do sabão Não Cai não, não cai não, não cai não Cai aqui na minha mão!

Cai cai balão, cai cai balão Aqui na minha mão Não vou lá, não vou lá, não vou lá Tenho medo de apanhar!

Borboletinha

Borboletinha esta na cozinhafazendo chocolate para a madrinha

Poti, potiperna de pauolho de vidroe nariz de pica-pau pau pau

Atirei o pau no gato

Atirei o pau no gato (to, to)Mas o gato( to, to)Não morreu (reu. reu)Dona Chica (ca, ca)Admirou-se (se, se)do berro, do berro que o gato deu.

Miau!

Indiozinhos

Um , dois, três indiozinhosquatro , cinco, seis indiozinhossete , oito, nove indiozinhosdez num pequeno bote

Iam navegando pelo rio abaixoQuando o jacaré se aproximouE o pequeno bote dos indiozinhosquase, quase virouquase, quase virouMAIS NÃO VIROU!

Pintinho amarelinho

Meu pintinho amarelinhoCabe aqui na minha mão,na minha mão

Quando quer comer bichinhosCom seus pezinhos

Ele cisca o chão,ele bate as asas,ele faz piu-piu,mas tem muito medo é do gavião {BIS}

Janelinha

A janelinha fecha Quando está chovendo A janelinha abre Se o sol está aparecendo Fechou, abriu Fechou, abriu, fechou Abriu, fechou Abriu, fechou, abriu

Sapo

O sapo não lava o pé Não lava porque não quer Ele mora lá na lagoa Não lava o pé porque não quer Mas que chulé!

Peixinho

Se eu fosse um peixinho

Se eu fosse um peixinho E soubesse nadar Tirava a Maria Lá do fundo do mar.

Peixinho no aquário

Eu tenho um peixinho no aquárioColorido e brincalhão Gira, gira Que mergulho Só pra chamar atenção.

Jacaré

Jacaré esta no caminho

Esta querendo nos pegar

Ele tem a boca grande

É de tanto ele chorar

Uhhh jacaré

Uhh jacaré

Jacaré mora na lagoa

Ele tem uma vida boa

Se parece que está dormindo

É mentira ele está fingindo!

Jacaré

Eu conheço um jacaré

Que gosta de comer

Esconda seu (pezinho)

Se não o jacaré

Come o seu pezinho

E o dedão do pé!

Seu Lobato

Seu lobato tinha um sítio, ia, ia, ô

E no seu sítio tinha uma (vaquinha), ia, ia, ô

Era muuu pra lá

Era muuu pra cá

Era muuu pra todo lado

Ia, ia ô!

Elefante

O elefante queria voar

A mosca disse você vai cair

O elefante teimoso voou

Voou, voou e caiu!

Casinha

Fui morar numa casinha, nha, nha

Enfeitada, da

De cupim, pim, pim

Casa torta

Quem mora na casa torta

Sem janelinha e sem porta

Quem mora na casa torta

Sem janelinha e sem porta

O elefante com rabo de barbante

O papel de ocúlos e chapéu

O botão que toca violão

E o pente com dor de dente

Quem mora na casa torta

Sem janelinha e sem porta

Quem mora na casa torta

Sem janelinha e sem porta

O gato que usa sapato

Que tem retrato no quarto

Uma florzinha pequeninha

Que usa saia curtinha!

Sereia

Perdi meu anel no mar

Não pude mais encontrar

E o mar me trouxe a concha

De presente para me dar

Ou está na boca da baleia

Ou então no dedo da sereia

Ou então o pescador pegou o anel e deu pra o seu amor

Tomatinho

Um dia o tomatinho vermelho

pela estrada rolou, rolou

e um grande caminhão veio

e o atropelou…

coitado do tomatinho

nada, nadinha sobrou, sobrou

e o pobre do tomatinhoooooo

catchup virou, catchup virou!

Tom e Jerry

Tom é um gato

Jerry é um rato

Corre, pega, não deixe escapar

O gato atrás do rato faz a briga começar!

Gato pintado

Gato pintado, quem foi que te pintou?

Foi a …. que por aqui passou

Que cor??

Ratinho

Tic, tita, tic ta

O rato subiu até lá

Relogio bateu, e o rato desceu…

Tic, tita, tic ta

Andreia a borboleta velha

Andréia, Andréia é a borboleta velha (2x)

Ela é velha e voa assim

Balança as anteninhas e pisca pra mim

Mas eu amo, amo e gosto dela assim

De asas abertas, de asas fechadas, todinha pra mim

Eufragio, Eufragio é o borboleto macho (2x)

Ele é macho e voa assim

Balança as anteninha e pisca pra mim

Mas eu amo, amo, e gosto dele assim

De asas abertas, de asas fechadas, todinho pra mim.

A galinha Zefa

A zefa é uma galinha

Charmosa e inteligente

Vive ciscando para frente, vive ciscando para tráz

Bate as suas asinhas

Meche as suas perninhas

Mas na hora de fazer

Cocororococóoo

Não faz!

Patinho

Um patinho na beira da lagoa

Ele grita, ai que água boa!!

Bate as asas, choq, choq

Abre o bico, quac, quac, quac

Dois patinhos na beira da lagoa

Ele cochicha, ai qui água boa…..

Lucinha

Eu vi a Lucinha na chaminé

Tão pequenina fazendo o café

É de chá, chá, chá

É de ché, ché, ché

Desça Lucinha da chaminé

Desça depressa senão quebra o pé!

Cobrinha

Era uma vez, uma cobrinha

Que só pensava em se esconder

Um belo dia dona cobrinha

Fez um buraco para se esconder

Dona cobrinha, uhuuuuu

Tirou areia deste buraco

Pego a cobrinha ponho de lado

Digo para ela não mais fazer

Nenhum buraco para se esconder!

Pantera cor de rosa

Cheguei em casa sentei no almofadão

Puf, puf

Para assistir televisão

Tic, tic

Apareceu uma figura engraçada

Te contei? não?, te contei? Não?

Era a pantera cor de rosa

Parã, parã, parãrãrã!

Joaninha

Dentro da caixinha mora a joaninha

Sempre bem feliz ela vai brincar

Mexe, mexe, mexe, mexe, joaninha

Mexe, mexe, mexe e depois vai descansar!

Bom dia

Bom dia começa com alegria

Bom dia começa com amor

O sol a brilhar

Passarinhos a voar

Bom dia, bom dia, bom dia.

Bom dia

Chegou a hora de dizer… bom dia

De dizer.. bom dia, dizer bom dia..

Olho para o lado e comprimento meu amigo

Olho para o outro também vou comprimentar

Oi, alô, bom dia, tudo pronto que alegria

Pode a roda começar.

Leão

O leão é o rei

Mora na floresta

Quando ele chega

Começa a festa

O leão é um animal

Muito forte e brutal

Quando ele abre a boca

Sai um grito animal

Grrrr…

Macaco

O macaco na floresta

Resolveu fazer uma festa

Fez um bolo de banana e de jiló

Todos os bichinhos que comeram

Na barriga deu um nó

Coitadinho do leão foi parar lá no japão

Dig, dig, dig, dom.

Telefone

Alô, alô, alô resolvi telefonar

Alô, alô, alô pro…. eu vou ligar

Como vai

Eu vou bem

Um beijinho vou mandar

Smack, smack!

E agora tchau, tchau, tchau

Eu preciso desligar tchaaaauuuu.

Ratinho

O ratinho bonitinho

Que vazia quic, quic, quic

Comeu todo o meu queijinho

Que estava bem ali

Eu armei a ratoeira

Para pegar o traidor

Mas peguei o meu dedinho

Puxa vida ai que dor

Ai, ai, ai, ai, ai

Que ratinho traidor.

Bolinha de sabão

A bolinha de sabão

Sobe, sobe sem parar

Ela é toda colorida

Maseu tenho que estourar

Bummm

Para cantar

Para cantar bem eu abro a boca assim

Ahhhhh

E faço um bico assim

Hummmm

E uma bochecha assim

Estouro pipocas com a boca assim

Ploc, ploc

E solto a voz a a atchimmmmm.

Chora, chora

Chora,chora, chora

Para de chorar

Põe a mão na cabeça

A outra na cintura

Da um requebrado

Salpica no sapateado

Da um abraço no amigo do lado

Pergunta como tem passado

Muito bem, bem, bem.

Posted in MÚSICAS INFANTIS | 81 Comments »

Ensino fundamental: a idade certa da criança no primeiro ano ainda gera dúvidas

Monday, November 29th, 2010

Presidente da Câmara Básica do Conselho Nacional de Educação fala sobre ingresso de alunos com 5 anos de idade e do perigo de adiantar a escolarização das crianças.

Fim de ano, você já fez ou deve estar fazendo a matrícula do seu filho. E aquela lei, sancionada em 2006, que aumentou a duração do ensino fundamental para nove anos e adiantou a entrada de crianças no primeiro ano com 6 anos de idade, ainda gera polêmica.

O prazo para que as instituições se adequem à nova regra é 2010 e, enquanto esse processo está em fase de transição, você ainda pode ver em algumas escolas crianças sendo matriculadas com 5 anos no primeiro ano, principalmente aquelas que já freqüentam a pré-escola. “As crianças devem acompanhar a sua turma de sala de aula. Afinal, ela tem um grupo de referência, e a ruptura seria prejudicial”, afirma Callegari.

A entrada dos novos alunos, no entanto, já deve seguir a lei. “O Conselho Estadual de Educação fixou normas nacionais, com diretrizes claras, para que só sejam matriculadas no 1o ano do ensino fundamental crianças que completem 6 anos até o início do ano letivo. Essa lei é obrigatória e deverá ser cumprida. Não podemos aceitar que cada Estado faça o que bem entende”, diz Cesar Callegari, presidente da Câmara Básica do Conselho Nacional.

Enquanto alguns pais acham vantajoso apressar a escolarização do filho, o presidente da Câmara ressalta que a medida garante o bem-estar educacional da criança brasileira. Segundo ele, por mais que ela tenha habilidade para ler, por exemplo, aos 5 anos, há outras etapas de seu desenvolvimento que ainda não estão maduras.

Fonte: Crescer

.

Posted in ARTIGOS SOBRE ESCOLA - CRIANÇA - FAMÍLIA | 16 Comments »

A hora certa de tirar as fraldas

Monday, November 29th, 2010

Identificar o momento em que o bebê está pronto para treinar o uso do banheiro é o primeiro passo para ter sucesso nessa empreitada sem ficar louca.

Deborah Kanarek

Por mais que as mamães não vejam a hora de se livrar da maratona da troca de fraldas, ironicamente, o jeito mais rápido (e eficiente) de atingir esse objetivo envolve muita paciência, tolerância e nada de pressa. “Ninguém tenta fazer uma criança de 9 meses andar, porque sabe que ela não tem o controle neurológico e o equilíbrio necessários. O mesmo vale para o uso do banheiro. É inútil tirar a fralda de um bebê que ainda não possui controle dos esfíncteres nem dominou medos como o de sentar na privada, por exemplo”, compara o pediatra Renato Lopes de Souza, da Unifesp.

Se o bebê não está maduro, a transição é cheia de retrocessos, gerando frustração para a mãe e para a criança. “A tentativa de acelerar o processo também pode trazer seqüelas emocionais e predispor à instalação de quadros de prisão de ventre, enurese e encoprese – a incapacidade de controlar, respectivamente, o xixi ou o cocô” , alerta Vera Koch, chefe da nefrologia pediátrica do Instituto da Criança, em São Paulo. Para você dar conta do recado, sem medo, confira a seguir as recomendações desses dois especialistas.

A hora certa de tirar as fraldas

Quando começar

Não existe uma idade certa para a retirada das fraldas. Em geral, por volta dos 2 anos, a criança já atingiu o amadurecimento neurológico, motor e emocional necessário para usar o peniquinho. Mas essa maturidade pode demorar mais sem que isso signifique problemas. Estudos indicam, inclusive, que bebês que iniciam mais tarde esse treinamento levam menos tempo para conseguir o controle. O importante é estar atenta aos indícios de que o seu filho está pronto. É um bom sinal, por exemplo, se ele consegue permanecer por intervalos de duas a três horas sem molhar a fralda, se avisa que quer fazer xixi ou cocô (ou que acabou de fazer) e se mostra desconforto com a fralda suja.

Essa foi a receita de sucesso da professora universitária Christiana Checchia Saito, de 39 anos, mãe de Lorena, de 2 anos e 11 meses. “Com pouco menos de 2 anos, minha filha já pedia para trocar a fralda quando fazia cocô. Marquei os horários dos pedidos e a colocava no peniquinho um pouco antes. Três meses depois, ela já começou a avisar também quando tinha molhado a fralda e iniciamos o treino do xixi” , conta a mãe. Para evitar pressões, os pais inventaram uma brincadeira. Se a menina dissesse que tinha vontade de fazer xixi, começava uma divertida corrida, com mãe, pai ou quem estivesse por perto, para chegar primeiro ao banheiro. Deu certo e agora Christiana está esperando o momento de tirar a fralda da noite. “Tentei uma vez e não funcionou. Minha filha ainda toma uma mamadeira inteira de leite antes de dormir e tem muita sede à noite. Assim que eu conseguir diminuir a quantidade de líquido, experimentarei de novo” , diz ela.

Respeito às diferenças

Não existe padrão também em relação a que treinamento iniciar primeiro. A maioria das crianças tem mais facilidade para controlar o cocô, mas algumas começam com o xixi ou com os dois ao mesmo tempo. As preferências da criança devem ser respeitadas também em relação ao uso do peniquinho ou do redutor de assento. O ideal é testar os dois e ver com qual seu filho se adapta melhor. O redutor tem a vantagem de dispensar manutenção e seduzir aqueles que gostam de se sentir crescidinhos. Já o penico pode ser de um modelo divertido e funcionar como um estímulo extra, além de proporcionar uma sensação de segurança maior durante o uso. O medo do vaso sanitário é freqüente entre os pequenos e não deve ser desprezado.

Treinamento de sucesso

Persistência e ênfase na rotina são fundamentais. Não esqueça que a transição precisa acontecer simultaneamente nos vários ambientes que a criança freqüenta. Então, quando for iniciar o treino, combine o passo-a-passo com a escolinha e com os avós. E resista à tentação de voltar às fraldas nos finais de semana.

1 A maioria das crianças tende a fazer xixi ou cocô cerca de uma hora após as refeições. Se for o caso do seu filho, coloque-o sentado no peniquinho nesses momentos. A recomendação vale para meninos e meninas – só mais tarde, quando o garoto completar o aprendizado, ele deve ser estimulado a ficar de pé para urinar, imitando o pai e coleguinhas.

2 Transforme a hora do penico em um momento prazeroso. Leia uma história, invente um jogo ou cante, tudo isso ajuda a relaxar a musculatura pélvica.

3 Se o pequeno conseguir, elogie-o dizendo que está orgulhosa. Caso nada aconteça depois de uns dez minutos ou a criança der mostras de impaciência, recoloque a fralda e incentive-a pela tentativa. A idéia é habituá-la a sentar no peniquinho antes de tirar a fralda.

4 Alguns especialistas recomendam repetir esse ritual a cada duas horas. Outros acham melhor incentivar o bebê a reconhecer sozinho a sensação de bexiga cheia, pois isso facilita o treinamento noturno. Converse com seu pediatra a respeito e, claro, fique atenta àqueles sinais típicos de “aperto” – como caretas e inquietude – para levar o filho a tempo ao banheiro.

5 Quando perceber que a criança já está no controle da situação, passe para a calcinha ou a cueca. Existem fraldas de treinamento, com laterais elásticas, que ela própria consegue baixar.

6 Caso seu bebê tenha intestino preso, reforce a oferta de frutas e cereais para que o ato de evacuar não se transforme em uma experiência dolorosa.

7 Recaídas são inevitáveis. Diante delas, mantenha a calma e diga algo do tipo “escapou, mas da próxima vez sei que você tentará avisar antes” . Cuidado para não valorizar demais o incidente, porque o pequeno pode achar que vale a pena fazer xixi nas calças para chamar a atenção. E, principalmente, jamais humilhe a criança: além de prejudicar a auto-estima dela, essa atitude pode levar a problemas como constipação.

A fralda da noite

Esse treinamento costuma ser um pouco mais complicado, pois exige muitas horas seguidas sem ir ao banheiro. A primeira tentativa pode ser feita cerca de seis meses depois que o controle do dia estiver perfeito, desde que a mãe note que a fralda noturna amanhece sequinha com freqüência. Até os 5 anos, é normal fazer xixi na cama e uma tática que muitas mães usam é a de acordar durante a noite para levar o pequeno dorminhoco ao banheiro. A administradora de empresas Adriana Domingues, de 38 anos, mãe de Ricardo, de 7 anos, e de Lorena, de 4 anos, passou um ano colocando o despertador de madrugada para levar o filho ao banheiro. “Comecei quando o Ricardo tinha uns 3 anos, mas depois de alguns meses desisti. Retomei o processo aos 5 anos, quando ele próprio perguntava se tinha acordado sequinho, pois já queria dormir na casa dos amigos” , conta. Como regra, adote protetor de colchão evite excesso de líquidos após o jantar e habitue seu filho a ir ao banheiro antes de deitar.

Entenda o momento

Para toda criança, a retirada da fralda traz uma sensação de perda, como se ela percebesse que sua condição (e vantagens) de bebezinho estivesse ameaçada. É por isso que os psicólogos recomendam que os pais sejam cuidadosos ao estimular a ida ao banheiro e não demonstrem nojo em relação ao xixi e ao cocô do bebê. A consultora de feng shui Lia Mara Laureano Rodrigues, de 37 anos, mãe de Rafael, de 3 anos, lembra que, nas primeiras semanas, era comum vê-los correndo até a privada para dar um efusivo tchau para o cocô. Pode parecer estranho e Lia confessa que se sentia um pouco ridícula nesse papel, mas o teatro, dizem os especialistas, ajuda os pequenos a se acostumarem à idéia de que o lugar do cocô é na privada.

A sensação de perda que naturalmente acompanha esse aprendizado é o motivo também pelo qual não se deve iniciá-lo em momentos considerados críticos. “Mesmo crianças que já tiraram a fralda podem voltar a molhar a roupa diante do nascimento de um irmão, da separação dos pais, de uma mudança de casa ou de babá, da entrada na escola ou até da troca do berço pela cama”, explica Ana Cássia Maturano, psicóloga especializada em problemas da aprendizagem, de São Paulo. Também em casos assim, é melhor esperar do que correr o risco de que um aprendizado tão importante para a independência do seu filho se transforme em uma batalha doméstica.

Posted in ARTIGOS SOBRE CRIANÇAS, ARTIGOS SOBRE ESCOLA - CRIANÇA - FAMÍLIA | 52 Comments »

Os Medos

Monday, November 29th, 2010

Muitas das crianças, senão mesmo a sua maioria, passa por uma fase de MEDOS, medo do escuro…medo de dormir sozinha…medo do “velho”… medo do papão…medo de animais.

Por vezes alguns desses medos podem tomar proporções realmente exageradas mas habitualmente permanecem em níveis controláveis e tendem a desaparecer com a idade.

Mesmo assim, este é um problema que aflige muitos pais e a dúvida da maioria é como esses medos aparecem e o que se pode fazer para ajudar as crianças a superá-los.Na generalidade o medo está directamente ligado ao sentimento de insegurança, é nestas situações que as crianças se revelam com mais pavores, pois não conseguem controlar os próprios pensamentos na situação.

Como já referido, a maioria dos medos das crianças tende a desaparecer com o tempo, podendo os pais ajudar nesse processo tentando deixar a criança segura diante de situações que lhe causem medo.

“A falta de medo expõe a criança ao risco e o excesso dele faz com que ela se resguarde emocionalmente”

Identificar a origem do medo infantil exige dedicação, é preciso estar atento aos sinais demonstrados pela criança e saber conversar com ela sobre o que lhe causa pavor, não desvalorizando o que a criança diz. É importante explicar à criança que existem “medos amigos”(reais) e “medos inimigos”(irreais), faz toda a diferença a criança saber diferenciá-los, para que desse modo a criança construa noções de perigo. Ex: ela tem de saber que escadas, piscinas e animais presos representam riscos. Mas faça isso sem aterrorizá-la.Brinque com seu filho e entre na fantasia dele, as experiências lúdicas ajudam as crianças a lidar com a ansiedade. Os brinquedos treinam a criança para a vida, e é costume representar em brincadeiras o sentimento de medo frente a uma situação real, como a ida a um hospital.Não existe problema em dar objectos para a criança se sentir mais segura, principalmente na hora de dormir sozinha. São os chamados objectos de transição, reduzem a ansiedade da criança durante a passagem da vida desperta para o sono, tal como o famoso ursinho. O importante é que ela tenha algo familiar à mão para enfrentar os receios na hora de dormir. A compreensão dos pais é fundamental.

NUNCA USE O MEDO DA CRIANÇA COMO INSTRUMENTO DE PODER, ISSO IRÁ REFORÇAR A INSEGURANÇA NA CRIANÇA.

Texto extraído do CAAP

Posted in ARTIGOS SOBRE CRIANÇAS, ARTIGOS SOBRE ESCOLA - CRIANÇA - FAMÍLIA | 2 Comments »

Acesse Minha Escola Infantil
design by goup